A musa o poeta e o amor – Biblioteca Machado de Assis, SBCampo

Imagem19 de setembro de 2013. A noite cai. Um friozinho gostoso, ameaça de chuva. Chegamos cedo. Uma equipe de funcionárias da biblioteca nos aguarda. Sorrisos, simpatia e boa vontade. O equipamento de som repousando num canto. O espaço do piso superior é confortável. A arquitetura circular do prédio dá uma sensação lúdica de que sempre se pode voltar ao ponto de origem, basta ir andando em frente. Na parede um cartaz com um texto e a foto de Machado de Assis nos observa silenciosamente. Começamos a montar o espetáculo. Em menos de meia hora tudo pronto. Aquele friozinho no estômago antes de toda apresentação começa a dar sinais. Descobrimos que um lanche delicioso regado a café e suco aguarda o elenco da Cia  dos Bardos. Matamos a fome do corpo, chegou a hora de matar a sede do espírito. O público vai chegando aos poucos lotando o espaço que improvisamos. O espetáculo se inicia. Cercados pelas palavras dos maiores gênios da literatura impressos nos livros que nos rodeiam, a peça começa a esquentar. O público canta junto, lê as frases de amor enroladas nos chocolatinhos. Emoção e alegria no ar. Na hora de ler os poemas do varau, gente simples, professores e até um poeta se entregam publicamente no ato de declamar. Vamos chegando ao final com a sensação de plenitude, de alegria. Festa de sons, festa das palavras. A Cia dos Bardos está feliz e pronta para outra!

Imagem

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: