A musa o poeta e o amor – Teatro Municipal de Mauá 06/12/2013

DSCN1492São quase oito horas da noite. A casa está cheia. Um animado grupo composto de professores e estudantes se aglomera nas cadeiras do Teatro Municipal de Mauá. É a primeira vez que a Cia  dos Bardos vai se apresentar na cidade. O espetáculo se inicia. O público vai entrando aos poucos no  clima da peça. Quando cantamos “Linda Flor/Carinhoso” uma explosão calorosa de palmas ecoa pelo teatro. Na hora do público ler as frases de amor enroladas no bombom todos querem ler, dedicar o poema para alguém. O espetáculo atinge o ápice com o convite para o público ler os poemas pendurados no varal. Um poeta sobe no palco e declama versos belíssimos  de autoria própria. Uma professora tira do bolso um poema de uma amiga dedicado aos estudantes do EJA, que ela fez questão de enviar para ser lido no espetáculo ainda que não estivesse presente.  O momento de epifania máxima surge com a iniciativa do integrante da Cia dos Bardos declamar de improviso uma homenagem para Nelson Mandela, o auditório vem mais uma vez abaixo em calorosas palmas. O espetáculo chega ao final e o lamento da platéia ecoa nos ouvidos dos integrantes da Cia dos Bardos como um murmúrio da Musa sussurrando aos ventos “Mauá, terra de gente que ama a poesia e os poetas”. As cortinas se fecham, a poesia da vida continua.

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: